Av. Alberto Craveiro, 1153

Dias Macedo - Fortaleza-CE (85) 3295-2020

WhatsApp Web

Fale com nossa Equipe

Horário de Trabalho

Segunda - Sexta: 7:30-17:30hs

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait

Equipe de Combate a Incêndio Florestal Aeroterrestre faz apresentação à Operação Corta-Fogo

Equipe de Combate a Incêndio Florestal Aeroterrestre faz apresentação à Operação Corta-Fogo

O primeiro semestre de cada ano é o momento em que bombeiros civis e militares, brigadistas e os diversos setores de Estados e municípios se preparam para o período de incêndios florestais pelo Brasil, que ocorre entre maio e novembro com pico em agosto. E dentro dessa preparação, a equipe de Combate a Incêndio Florestal Aeroterrestre do Centro de Treinamentos em Emergências – CFAB de São Paulo fez uma apresentação para o Sistema Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, conhecido como Operação Corta-Fogo.

De acordo com o diretor do CFAB, João Godoi, o serviço consiste na utilização de um helicóptero em auxílio à luta contra o fogo. “É um trabalho conjunto entre a aeronave e o pessoal em terra”, afirma.

A equipe foi formada há apenas quatro anos ano e já atuou em cidades no interior do estado como Bauru, Itatiba e Santa Isabel. Mas Godoi garante que está preparada para atuar em quaisquer estados brasileiros. “Esse pessoal recebeu um treinamento especial, mais longo e caro, para estar preparado para atuar junto com a operação do helicóptero”, explica. “Eles aprendem a embarcar com a aeronave à baixa altura, fazer o desembarque em áreas difíceis e trabalhar junto com o piloto”.

O grupo, de acordo com Godoi, é levado para a área onde as chamas precisam ser debeladas e desembarcam para fazer os procedimentos em terra enquanto um dos combatentes, conhecido como fiel, segue com o piloto em busca de água, que é colocada no Bambi Bucket – bolsa de água acoplada embaixo da aeronave. Com rádios transmissores, o fiel se comunica com o pessoal em terra para definir como e onde a água será despejada. ”Geralmente atuamos em locais de difícil acesso, onde os brigadistas dificilmente conseguiriam chegar”, lembra.

Operação Corta-Fogo
A Operação Corta-Fogo é formada por diversos órgãos estaduais como a Coordenadoria Estadual de Proteção Defesa Civil (CEPDEC), o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar Ambiental, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), a Fundação Florestal (FF) e o Instituto Florestal (IF). A coordenação do sistema é realizada pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, por intermédio da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade. A articulação entre essas instituições ocorre por meio do Comitê Executivo, que tem como objetivo delinear ações integradas e complementares.

Fonte: https://revistaincendio.com.br/

Inspeção de extintores, Teste Hidrostático, lavagem e empatação, manutenção, recarga de extintores, mangueiras, Porta Corta Fogo, equipamentos de combate a incêndio em Fortaleza, só na EXTINFOGO. Clique aqui e comprove os melhores preços e prazos da cidade.

João Bosco Alexandre

Você deve estar logado para postar um comentário